CHATBOT: O QUE É E PARA QUE SERVE?

Share on facebook
Share on email
Share on linkedin
Share on whatsapp

Atrair novos contatos com ferramentas mais interativas, pode ser decisivo para manter um contato contínuo com seu futuro cliente, em todo o processo de compras dele. O chatbot é uma das novas tendências digitais, que vem mostrando um ótimo desempenho quando o assunto é atração e qualificação de contatos.

 


Tempo de leitura: 13 min

Neste artigo vamos conversar sobre:

  • O que são Chatbots?
  • A inteligência artificial no Chatbot.
  • Novas oportunidades através do Chatbot.
  • Chatbot e o funil de vendas.
  • Como aplicar em sua estratégia.

O que são chatbots?

 

Essa tecnologia foi citada pela primeira vez na década de 40, no livro “I, Robot” (Eu, Robô), de Isaac Asimov, retratando uma narrativa que envolve robôs inteligentes, capazes de falar e pensar. Para muitos escritores, cientistas, cineastas e amantes de criaturas robóticas, esse livro representa um marco histórico no que se refere às criaturas mecânicas.

 

Não é o BB-8, robozinho da saga Star Wars, mas pode ser o seu maior aliado quando o assunto é aumento nas vendas. 

 

O chatbot pode ser definido como um software que funciona através das aplicações de mensagens, com o objetivo de facilitar a comunicação  entre clientes e os serviços/produtos oferecidos pelas empresas.

 

Essa ferramenta é uma AI (Inteligência artificial) programada para uma comunicação colaborativa com o seu cliente. Ou seja, ela busca mapear as possíveis interações do usuário, criando gatilhos que possam gerar um diálogo maior, levando-o a uma ação pré-determinada pelo bot, uma aplicação de regras que funcionam  a partir de uma determinada interação. 

 

A inteligência artificial no chatbot

 

Agora antes de contar as novidades dessa área que vem crescendo no mundo das vendas, vamos fazer um overview sobre a matriz do chatbot, AI ou inteligência artificial:

 

Desde o século passado, o tema vem tomando mais e mais espaço. O cinema trouxe consigo várias versões de robôs que ajudam em diversas atividades, são melhores amigos ou até mesmo nos aniquilam. Filmes como Metrópolis, de 1927, A.I Inteligência Artificial, de 2001 e um dos mais recentes Ex-Machina (2015), retratam vários cenários que já são possíveis de serem vistos no nosso dia a dia.

 

Após a Segunda Guerra Mundial, iniciou um processo de estudo sobre várias áreas que buscam evoluir a ideia de um robô ou tecnologia, que passasse a fazer parte da nossa rotina. Warren Mcculloch e Walter Pitts apresentaram o primeiro artigo que falava sobre redes neurais (A logical calculus of the ideas immanent in nervous activity), em 1943. Desde então não paramos de nos aprofundar no assunto.

 

Estamos falando de máquinas capazes de realizar diversos tipos de atividades e relações com humanos, robôs inteligentes que conseguem se desenvolver com o tempo e aprender com as interações humanas programadas.

 

Para que o Chatbot possa funcionar, é necessário programar as ações que irão gerar uma reação futura no diálogo entre máquina e humano. Essa programação é o que move toda a estrutura do robô.

 

Novas oportunidades através do chatbot

 

As pessoas passam maior parte do tempo em frente de telas e esse comportamento tende a aumentar em 2020. Muitas empresas estão buscando novas formas de garantir seu espaço no smartphone e tablets de seus clientes, pois, os consumidores não param de mudar e o futuro está cada dia mais fragmentado. A utilização de bots é uma forma prática e assertiva de estar lado a lado do seu cliente.

 

O que torna essa tecnologia mais atrativa, sem dúvidas, é a capacidade de integração da ferramenta com outras plataformas como Facebook Messenger, Whatsapp e Telegram, facilitando a usabilidade da mesma pelo usuário, não sendo necessário baixar novos aplicativos para interagir com o seu bot. Outro ponto interessante é que estamos falando de plataformas com milhões de acessos.

 

Um passo importante, antes de utilizar o bot na sua empresa, é buscar entender a experiência do usuário e o caminho que ele percorre nas compras. Antes de pensar na tecnologia, é interessante raciocinar de acordo com a experiência do usuário.

 

Imagine como integrar sua campanha do facebook, com um bot e ao messenger, sem precisar desenvolver um aplicativo. Seria sensacional, não é mesmo?

 

Chatbot e o funil de vendas 

 

Você já leu ou viu algo sobre o funil de vendas, não é mesmo? 

 

Uma estratégia bastante utilizada na captação de clientes através, não só dos canais digitais, mas também dos meios offlines.

 

A estrutura do funil de vendas está baseada em atração, conversão e vendas. Cada etapa trabalha em conjunto para levar o cliente ao ato de compra, onde é possível atrair clientes por campanhas pagas, convertê-los através de conteúdos ricos e direcioná-los a equipe de vendas. 

 

Muitas empresas, porém, vêm passando por dificuldades no processo de conversão  e vendas, já que muitas vezes o visitante ou lead não está qualificado para o ato de compra, pelo simples fato de não se identificar com a solução.

 

Várias empresas do mercado atualmente estão buscando mudar isso com a ajuda do Chatbot. A ferramenta pode passar por todas essas etapas auxiliando no processo de atração e qualificação, que ajuda na conversa e leva o contato mais aquecido. Um case bastante interessante, aqui no Brasil, é a campanha de Black Friday das Casas Bahia. Através da ferramenta, o engajamento de 50 mil usuários, em apenas 3 dias, tornou-se um case mundial do Facebook.

 

Como aplicar em sua estratégia 

 

Já vimos todo o potencial da ferramenta chatbot. No entanto, como aplicá-los no nosso dia a dia? 

 

A pergunta pode ser um pouco complexa, já que estamos falando de aplicações em linguagem de programação e isso demanda tempo e bastante recurso. No entanto, existem formas de trabalhar um bot integrado aos seus canais de vendas, com baixo custo e interligá-los a suas campanhas do Facebook.

 

Em 2015, foi lançado ao mercado a ferramenta Manychat, integrado ao Messenger. Através dela, é possível comunicar-se com o cliente utilizando o bot e qualificá-lo melhor, através da criação de campanhas no facebook, a partir da interação do usuário com sua campanha, sendo possível conversar com seu provável cliente, levando conteúdo, informação e descrições necessárias para levá-lo a efetuar a compra.

 

Conclusão 

 

Já deu para notar que conversa com robôs não é mais uma realidade tão distante e que hoje, a tecnologia faz parte do nosso dia a dia como consumidor e nós, como gestores, devemos saber como aplicá-los ao nosso negócio de forma eficiente para atrair bons resultados. 

 

Aplicar ferramentas como o chatbot na sua empresa irá ajudar a diminuir o seu CAC, qualificar melhor o seu lead e potencializar suas campanhas e a forma como você interage com seu cliente.

 

Ficou curioso do que mais essa ferramenta faz? Converse com a gente! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *